Ser Oficial de Operações de Voo

Quando se pensa em viagens aéreas, a maioria dos passageiros julga que quando voa, estão somente ligados às decisões dos pilotos que se encontram no cockpit. Embora isso seja verdade, a dependência não é só destes profissionais. Os Oficiais de Operações de Voo/Oficiais de Despacho (OOV/OD) são quem garante, em conjunto com outros profissionais aeronáuticos uma viagem em segurança.


O que faz um Oficial de Operações de Voo/Oficial de Despacho?

O Oficial de Operações de Voo/Oficial de Despacho é quem valida todos os sistemas que permitem o cálculo de massa e centragem, rota, performance, análise meteorológica e tudo o que é necessário para um voo em segurança.

Para além destas tarefas, o Oficial de Operações de Voo/Oficial de Despacho  é quem verifica a visibilidade no aeroporto de partida, bem como as condições no aeroporto de destino e possíveis aeroportos alternativos. É necessário um amplo conhecimento de análise de meteorologia para fornecer aos pilotos informações precisas, para que assim se cumpram as missões em segurança e dentro dos tempos previstos.

Pela sua abrangente formação a maioria dos Oficiais de Operações de Voo/Oficial de Despacho têm tanto conhecimento teórico como um Piloto.

 

A licença de Oficial de Operações de Voo / Oficial de Despacho (OOV/OD) permite ao seu titular efetuar o despacho de voos após a análise de todas as informações operacionais pertinentes para a condução dos voos em segurança e a elaboração e apresentação de uma análise operacional (briefing) que deve ser validada pelo piloto comandante.

 

A aviação não pode operar sem um sistema de comunicações entre as operações de uma companhia aérea e as suas aeronaves. Por esse facto, o titular de uma licença de Oficial de Operações efetua o controlo operacional de voo através da sua capacidade de estabelecer comunicações efetivas com qualquer aeronave, na eventualidade de ser necessário fornecer ao piloto informações relevantes para a condução em segurança do voo.

Se está a considerar ingressar numa carreira na aviação que lhe permite uma cultura aeronáutica abrangente, o curso de Oficial de Operações de Voo / Oficial de Despacho (OOV/OD) é claramente uma ótima opção.

  • Ter completado o 12º ano de escolaridade em área que inclua as disciplinas de Matemática e Física ou demonstrar conhecimentos das mesmas, mediante aprovação em exames a realizar pelo ANAC.
  • Ter conhecimentos de Inglês.

Este curso é uma ótima oportunidade para profissionais que já a exercer funções dentro do mercado da aviação e pretendem complementar a sua formação para progressão na sua carreira. Nomeadamente, para assistentes de operações, assistentes de bordo, técnicos de placa, licenciados ou a frequentar uma licenciatura em áreas ligadas à aeronáutica (gestão aeronáutica, ciências aeronáuticas, transporte aéreo, engenharia aeronáutica, engenharia aeroespacial, etc),  técnicos/assistentes de planeamento,  técnicos de trafego e assistentes de escala, etc.    

          Conforme convencionado na legislação internacional, nomeadamente ICAO e EASA, as funções de OOV/OD… são indispensáveis para qualquer companhia aérea em todo o mundo.

O objetivo do Curso de Oficiais de Operações de Voo / Oficiais de Despacho (OOV/OD) é preparar o(a) aluno(a) , com ou sem experiência em aviação, para a obtenção de licença aeronáutica respeitante a esta profissão ficando apto a desempenhar as funções e responsabilidades descritas na Organização Internacional de Aviação Civil (ICAO), Agência de Segurança da Aviação da União Europeia ( EASA) e Regulamentos Nacionais. Os candidatos a esta profissão devem  receber treino numa organização de formação certificada para o efeito, apropriado em todos os assuntos necessários para o controle e supervisão adequados da operação da aeronave.

Após concluir o curso teórico e obter aprovação  nos respetivos exames na ANAC, o aluno terá de ter capacidade para desempenhar todas as funções inerentes à realização de um plano de voo operacional, nomeadamente:

  • Determinar, com base na análise de ‘notas’,  restrições meteorológicas e de tráfego aéreo, a rota ideal de um voo em termos de consumo, tempo de voo e condições meteorológicas  ao longo de uma missão;
  • Fazer o acompanhamento de um voo tendo em conta as operações adversas, fornecendo informações atualizadas à tripulação sobre quaisquer alterações ao planeamento inicial;
  • Demonstrar conhecimento dos termos técnicos em inglês, estando apto para transmitir ao piloto comandante qualquer informação necessária para a realização do voo em segurança (consultando manuais técnicos, meteorologia, procedimentos de navegação e  operacionais, legislação nacional e internacional e a fraseologia adequada às fragilizações aeronáuticas onde se incluem situações de alerta e emergência);
  • Caracterizar os princípios da aviação, bem como distinguir os diferentes tipos de performance das aeronaves;
  • Distinguir os princípios fundamentais da navegação rádio;
  • Distinguir a importância da meteorologia nas operações de voo;
  • Conhecer a legislação aeronáutica e cumprir os padrões exigíveis de segurança.

Subscreva a nossa newsletter
e fique a par das novidades!

Contacte-nos:

logótipo air dream college

Rua da Galegas, 57 D
Amadora

Aeródromo Municipal de Évora N254
Estrada de Viana do Alentejo
Évora - Portugal

Copyright 2020 © Air Dream College
Desenvolvimento por GlobalServices
Scroll to Top